Cabelos,  Cuidados

Peeling Capilar – explicação e benefícios para ter cabelos saudáveis

É realmente isso que você leu, um peeling para o couro cabeludo. É uma técnica semelhante a do rosto, só que aplicada nos cabelos. Tem como finalidade reduzir a oleosidade e a queda, retirar células mortas, ajudar quem sofre com caspa, psoríase e escamação. E vale frisar que esse procedimento é indicado tanto para mulheres quanto para homens, afinal, trata-se da saúde do couro cabeludo e fios. Continue lendo e descubra como o peeling capilar pode ajudar você.

Antes de explicar como é a técnica do peeling capilar, é importante entender como o couro cabeludo impacta para garantir um cabelo saudável e como interfere na queda e oleosidade, dentre outras coisas. Ele é a base de todo cabelo e por isso, deve estar saudável. Ele é o grande responsável pela sustentação e nutrição das glândulas sudoríparas e sebáceas, cuja finalidade é produzir a “gordura natural” da qual os fios necessitam. Essa oleosidade natural está ligada tanto ao folículo piloso quanto ao bulbo capilar, sendo este, o local onde ocorre todas as trocas metabólicas essenciais a nutrição, formação e oxigenação do folículo, de onde emergirá e formará o fio do cabelo. O couro cabeludo é uma região extremamente vascularizada e porosa, portanto, a penetração e absorção dos ativos é mais rápida e os resultados para vários problemas capilares também.

É aí que entra o peeling capilar, também conhecido como esfoliação capilar. Tal como na pele, o couro cabeludo também possui células mortas, que com o tempo vão se acumulando e formando uma crosta que impede ou prejudica a entrada de nutrientes. Associado aos cosméticos aplicados na raiz, químicas, calor excessivo de secadores e lavar com água quente, aumenta mais essa crosta de células mortas. O shampoo que usamos na lavagem não é capaz de fazer uma limpeza tão profunda, dessa forma se torna necessário shampoos mais potentes como anti-resíduos e limpeza profunda.

Como atua o peeling? O que é? Para que serve?





Como foi dito, o peeling capilar é uma esfoliação do couro cabeludo. Ao mesmo tempo que o produto limpa profundamente a raiz, as esferas presentes nele ajudarão na retirada de células mortas. O tratamento pode ser feito tanto no salão quanto em casa. No mercado já existem produtos específicos para esse procedimento, porém, existem receitas caseiras também. O ideal é fazer a cada 15 dias ou uma vez por mês, isso depende de cada cabelo. Com o couro cabeludo limpo, os nutrientes entrarão com mais facilidade e para quem faz tratamento para psoríase, dermatite seborreica ou escamação, o couro cabeludo absorverá melhor as substâncias aplicadas. Dessa forma, o peeling ajuda contra a queda, oleosidade, no crescimento capilar e de fios saudáveis.

Como fazer o Peeling Capilar?

Como foi dito acima, no mercado já constam produtos específicos para peeling capilar , dentre eles: Morte Súbita Shampoo Sólido, Bio Extratus Pré-Shampoo Detox e K.Pro Ice Scalp Detox.

 

Porém, você pode fazer receitas caseiras também. Em ambos os casos, sempre esfolie suavemente, a fricção com intensidade além de machucar o couro cabeludo, causará queda. Comece da nuca para o topo da cabeça. Uma dica é, em ambos os casos, é preferível que você umedeça seu cabelo com o tônico capilar para ajudar a amolecer as células mortas depositadas no couro cabeludo. Faça isso umas duas horas antes. Com 40 minutos de antecedência, coloque uma touca térmica e aqueça com o secador por uns instantes , espere 40 minutos com a touca; isso vai ajudar a amolecer. Outra dica, aplique óleo vegetal no comprimento do cabelo quando ainda estiver seco, isso permite proteção e previne o ressecamento.

Se você optar por comprar o produto específico no mercado, siga as instruções do fabricante. Se preferir uma receita caseira, leia as sugestões abaixo.

Receitas caseiras de Peeling Capilar

Para as receitas abaixo, você precisará de um shampoo anti-resíduos, detox ou limpeza profunda.

1- Primeira Receita:

Faça uma mistura de shampoo com açúcar cristal, demerara ou mascavo. Com a raiz umedecida (não encharcada), vá aplicando a mistura e esfoliando. O açúcar derrete rápido, e esse é o ponto ruim dessa receita. É melhor em cabelos mais finos ou com pouco cabelo. Eu gosto de acrescentar um pouco de chia nessa mistura, as sementes são bem pequenas e ajudam na esfoliação. Esfolie por pelo menos 2 minutos. Depois lave o cabelo, use a máscara e condicionador.

2- Segunda Receita:

Para cada duas colheres de fubá, utilize uma de shampoo; se caso julgar necessário mais um pouco de shampoo, pode colocar. Com a raiz umedecida, aplique a mistura e esfolie. Pode ser usada por todos os tipos de cabelo. Lave o cabelo após o procedimento, aplique máscara e condicionador.

3- Terceira Receita:

Para cada duas colheres de aveia em flocos, coloque uma de shampoo; se caso julgar necessário mais um pouco de shampoo, pode colocar. Aplique no couro cabeludo e esfolie. Essa é uma mistura indicada para quem tem lesões ou um couro cabeludo mais sensível. Lave após o procedimento.

4- Quarta Receita:

Essa não é indicada para quem tem cabelos claros, pois pode manchar. Faça a mistura da borra de café (deve estar fria) com shampoo. Aplique no couro cabeludo e esfolie. Lave após o procedimento.

Considerações Finais

O peeling capilar é recomendado para todos tipos de cabelo e para todas as pessoas, homens e mulheres. Ele permitirá que seu cabelo se torne mais bonito e saudável, que amplifique o poder de alcance do tratamento que você estiver fazendo nele, ajudará no crescimento, no combate a queda, na opacidade e oleosidade. Frisando novamente, faça movimentos suaves na esfoliação e sempre proteja o comprimento dos fios com óleo vegetal. O intervalo entre os procedimentos depende de como é seu cabelo, quanto mais danificado, oleoso ou com caspa, menor o intervalo e conforme ele for melhorando, vai ampliando as sessões. É bom ser feito pelo menos uma vez por mês e o intervalo mínimo é de 15 dias.

Espero que tenham gostado e qualquer dúvida é só entrar em contato.

Referências:

[Clínica Regis] [Queda de Cabelo Club]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: