Cosméticos,  Lendo o Rótulo

Ingredientes dos cosméticos – A importância de conhecê-los

Não ter o costume de ler os ingredientes dos cosméticos é um hábito bem comum, mas é de fundamental importância ter pelo menos uma leve noção do que está escrito ali. Parece loucura dizer isso, pois afinal, os nomes são bem complicados, estão escritos em uma nomenclatura padrão, INCI (International Nomenclature of Cosmetic Ingredients). Contudo, não precisa ser um profissional para começar a investigar os compostos presentes nas rotulações dos cosméticos, basta curiosidade e saber os ingredientes que fazem mal e os que fazem bem. Continue lendo e veja que não é tão difícil escolher um bom produto, sobretudo, que preço e marca não são os indicadores que definem a qualidade dos cosméticos.

Antes de mais nada, é válido reforçar que clientes mais conscientes impõe às empresas se adequarem as suas expectativas. Um exemplo disso, depois da polêmica dos parabenos, após estudos relacionando esse composto como carcinogênico e disruptor endócrino, consumidores passaram a boicotar produtos com esse ingrediente. Algumas marcas aproveitaram disso, e hoje deixam estampado nas embalagens que é livre de parabenos. Outro exemplo é dos petrolatos, com a divulgação dos seus malefícios à pele e cabelos, algumas empresas indicam que o produto é livre de petrolatos. Esse é um grande exemplo de como a pressão de consumidores pode mudar o mercado, em 9 de abril de 2014 nos EUA, Avon removeu o triclosan de suas formulações mediante ao apelo dos clientes.

O Brasil é o terceiro maior consumidor de cosméticos do planeta. Quanto mais conscientes formos do que estamos consumindo, mais as empresas terão que se adequar as nossas necessidades, e para isso é necessário conhecimento.

Para começar, a listas dos ingredientes presentes na fórmula está em ordem decrescente de concentrações, ou seja, começa com o composto de maior concentração no produto e termina com o de menor concentração. Veja a foto abaixo, a maior concentração é de água nesse produto e a menor de perfume. Dessa forma, se um produto nocivo estiver logo no início, a maior quantidade presente será dele.

 

 

Foi mencionado várias vezes os produtos nocivos, que prejudicam nossa pele, cabelo e o pior, saúde, mas quais são eles? Veja nas tabelas abaixo.

 

 

Haverá publicações sobre cada um desses componentes nesse site, explorando cada um deles mais a fundo. Agora, precisamos ressaltar os bons componentes. Dê sempre preferência aos produtos que contenham nas suas fórmulas maiores concentrações de origem vegetal. Veja a imagem abaixo:

 

 

Dá a impressão após ler essa lista grande de ingredientes a serem evitados que não haverá produtos que sejam bons, e os que restam são caros, não é mesmo? Porém, é um engano. Há vários produtos bons e acessíveis, o que impede de encontra-los é se basear apenas em indicadores como preço (quanto mais caro melhor), marca (produtos de marcas famosas e importadas são os únicos a serem excelentes) e porque celebridades e influenciadores digitais usam. O que quero dizer é: há cosméticos bons, caros e baratos; itens de marcas famosas que são o máximo e outros que você só paga o nome; e nem sempre, só porque alguém famoso usa fará bem para você. O melhor indicador é a fórmula do produto. Reforçando o que foi dito, conhecer a composição do que está comprando evitará você cair em ciladas. É muito comum nos produtos capilares dizer que ele é reconstrutor e por fim não ser, falar que é nutritivo e não é. Nesse site e nas redes sociais do blog, haverá resenhas de cosméticos e explicações sobre a fórmula dos mesmos.

Por fim, você teve curiosidade e olhou a fórmula dos cosméticos que mais usa e por infelicidade encontrou os compostos da lista negra, não é? Calma, vá substituindo aos poucos. O produto que você tem acabou, procure outro que realmente trará benefícios. Se em algum produto que você tem contenha substâncias que são classificadas como carcinogênicas como alcatrão (Coal Tar), Chumbo e Formol e liberadores de formol, reflita sobre suspender o uso. Use o Coal Tar somente se você estiver sob prescrição médica. Uma sugestão, se o seu cabelo estiver muito danificado, sua pele cheia de espinhas, com um aspecto cansado, verifique se os produtos que você está utilizando contêm grandes concentrações de petrolatos. Se tiver, faça um detox e use esses produtos esporadicamente. Espero que tenham gostado e qualquer dúvida deixe seu comentário. Aproveite e compartilhe com as amigas e amigos (afinal, ambos os sexos utilizam produtos de higiene e cosméticos), família, grupos no WhatsApp.

Obrigada!

Referências: | eCycle | EWG | FDA|

 

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: